terça-feira, 28 de julho de 2009

Que estranho destino é o meu que apenas me consente paixões ardentes e me faz esgotar em amores improváveis.


José Manuel Saraiva

1 comentário:

  1. " E LEMBRA-TE : Tudo o que chega, chega sempre por alguma razão."

    ResponderEliminar